foto
O momento que esperei ansiosamente. O dia em que eu pudesse ouvir sua voz ao vivo e vê-lo na minha frente. Quando chegou a hora de ir pro show, a ficha ainda não tinha caído, juro. “Vou no show do John” – eu gritava pros meus amigos e digitava loucamente no whatsapp.
Chegando no local do show, senti minha perna bamba e meu coração disparado. A ficha começou a cair a partir daí, quando vi tudo escrito “John Mayer” . Caaaaaaraca. Segura emoção.
Acabei encontrando amigas sem ter combinado e eu como sempre sonhei, fui o mais perto que consegui chegar do palco. Ok, passou das 22:00, o show tava pra começar. Foi quando o Meninos do Morumbi, grupo de percussão formado por garotos da comunidade de Paraisópolis, entrou no palco com uma super batida. (Incrível, mas no meu pensamento logo passou: vish, mais meia hora e depois show dele… ai ansiedade.) Foi quando, de repente, começou o som de No Such Thing e lá estava ele, entrando no palco tocando sua guitarra e cantando. Cara… a minha sensação foi algo indescritível, posso até tentar explicar pra vocês, mas sentir é muito mais do que falar! Eu me transbordei em  lágrimas de alegria e de “choque”. Foi surreal!
De música em música, eu me emocionava mais e me entregava mais, à cada palavra cantada, à cada palma acompanhada do ritmo, à cada grito, à cada pelo do corpo arrepiado… nossa, que vibe!
Nós conquistamos o John, eu mal podia acreditar! Ficava feliz e orgulhosa por ele, imaginando o que ele estaria pensando. Mas nem era preciso imaginar, ele foi transparente o show inteiro e se mostrou surpreso e maravilhado com o público brasileiro. Em um dos momentos que estava emocionado, John declarou o seu amor e fez uma promessa: retornará todos os anos pelo resto de sua vida! Eu pi-rei. Sem contar o momento em que ele disse: “Nós esperamos muito tempo pra esse encontro acontecer, né?” – Fui até o céu e voltei nessa hora.
John Mayer leva público ao delírio em São Paulo
O show estava tão especial que ele prolongou e aceitou as músicas que gritávamos juntos para ele cantar, que estavam além do setlist. Foi sensacional. E eu ainda tremia de felicidade, desejando para que aquele momento nunca acabasse.
John logo no final, se despediu e deixou nós pedindo mais gritando um dos seus hits mais famosos, “Neon”. E lá estava ele de novo, com seu solo de guitarra surpreendendo à todos! Eu gritava como se não houvesse o amanhã e cantava sabendo que iria ficar rouca. Foi aí que John puxou sua próxima e última música: Gravity. Eu fiquei com o corpo todo bambo, tipo formigando… difícil explicar, mas nossa… Que momento especial!
Difícil falar escolher músicas, mas as que mais me emocionei (chorei) foram No such thing, Wheel, Gravity (a música da minha tattoo…tem idéia da minha emoção?!), Daughters, Stop This Train, Slow Dancing In A Burning… Ai, me sinto injusta citando poucas, mas foram as que mais me tocaram ao vivo! INCRÍVEIS!!!!!!
Gravei alguns vídeos para marcar além da minha memória, mas também salvar. Confesso que desde o dia do show, estou ouvindo no meu carro, arrepiada e suspirando como se fosse a primeira vez.
Mas até colocar no youtube, vocês esperariam um bom tempo… então, selecionei alguns vídeos da internet, para que vocês sintam um pouquinho do que foi.

Setlist

No Such Thing (com os Meninos do Morumbi)
Wildfire
Queen of California
Half Of My Heart
Paper Doll
I Don’t Trust Myself
Going Down The Road
Slow Dancing In A Burning
Your Body Is A Wonderland
Daughters
Free Fallin’
Stop This Train
Waiting On The World To Change
Dear Marie
Something Like Olivia
Wheel
Who Says
If I Ever Get Around
Vultures
Age of Worry

Encore:

Why Georgia
Neon
Gravity

VÍDEOS DA INTERNET ♥

No Such Thing

Wildfire

Queen of California

Half of my heart

Paper Doll

I don’t trust myself

Going down the road

Slow Dancing in a burning room

Your Body Is A Wonderland

Daughters

Free Falling

Stop This Train

Waiting on the World to Change

Dear Marie (arrancamos um “Ownnn” dele)

Something like Olivia

Wheel

Who says

If I Ever Get Around To Living

Vultures

Age of Worry

Why Georgia

Neon

Gravity

13 respostas
  1. Mary says:

    Poxa, Natália, fiquei emocionada só em ler. Amo ouvir John Mayer, a vibe do cara é surreal e suas palavras aqui transpareceram sinceridade. Imagino o quão perfeito deve ter sido.. Shows e viagens, na minha concepção, são os melhores investimentos. Imagino o que você sentiu quando ele cantou o verso da sua tatto, alí na sua frente.. Insano! Queria muito ter tipo essa oportunidade também, mas moro no Ceará, então era barra pra ir. Mas percebi que você curtiu por mim e por todos que queriam e não foram. Enfim, tô adorando o blog e esse post ficou sensacional. Muito sucesso pra ti, menina. Cê vai longe!

    Responder
  2. Amanda says:

    Nah, voce é simplesmente incrível! A-M-E-I o seu post, ainda mais a seleção dos vídeos, o John é encantador… Nossa, fico impressionada com a sua dedicação, parabéns sua linda, continue assim que voce vai longe! <3

    Responder
  3. Fernanda says:

    Acho incrível a maneira como a Nah se fez tão transparente e demonstrou ser tão FÃ. Palavra tão pequena, mas que abrange um mar de sensações. Sorri lendo o post inteirinho, sabendo que não sou apenas eu, que fico sem reação ao ver meu ídolo. É … Parabéns pelas palavras tão sensatas, pela magia que descreveu. Mágico mesmo é poder encontrar o seu ídolo á metros de você. Mágico é carregar no peito um sentimento tão belo, puro e intenso. E que ao contrário do que muitos pensam, não és passageiro. Enfim … Para cada fã (e inclusive você Nah), saibam que somos presenteadas todos os dias por carregar sentimento tão belo quanto esse !

    Responder
  4. Uli Furriel says:

    Nah ele é realmente maravilho, passei por isso alguns anos atrás no Show do Black eyed peas, Não sabia se chorava ou se sorria hahahhaha é a emoção mais linda do mundo, vê seus ídolos de perto, ouvir eles, principalmente quando eles se declaram para o nosso brasil.

    Responder
  5. Fernanda Rodrigues says:

    OMG! Nah, eu fico muito feliz por você ter realizado seu sonho. E confesso que, aprendi a amar esse homem, por causa de você. E também admito que, eu não pude sentir a mesma sensação que você mas, pude sentir algo parecido aqui em casa mesmo, através da tv. Afinal, eu tinha perdido o começo, porque eu estava no trabalho 🙁 A cada gesto e musicas do John, eu lembrava de você. E também confesso que um dos meus sonhos, é ir ao show do John, com você, acredita? E eu também não vejo a hora de ir ao show da One Direction, e como você disse, que sua ficha não tinha caído, bem, acho que a minha também não. OMG! Fico até com um friozinho na barriga só de pensar… Mas enfim, fico muito feliz que tenho se divertido. Eu te amo!

    Responder
  6. Julia says:

    Nataliaaaaa, eu tb fui no show em SP e PUTA Q PARIUUUU oq q foi aquele show? Serio hauaha eu nao parava se sorrir lendo oq vc falou e lembrando das coisas que senti na hora tambem! Meu deus que sentimento incríveeeeel! N da pra explicar! Quando ele falou “it’s official, I’m gonna come back every year” eu pirei simplesmente! Aquela hora q ele virou pra banda tambem e falou “it’s unbelievable, I can’t believe it!!” Com cara de desacreditado e a mão na cabeça hauaha que lindooooo! John é perfeito de mais né?! Bj nah

    Responder
  7. Mayara Freire says:

    Nah, fiquei super fã do John por sua causa, eu piro nessa sua tatuagem da música Gravity, eu sempre acompanho você no insta e face e sempre que dá eu vejo seu website. Queria muito ter ido no show mas não pude e sempre vejo os videos dos Shows tanto aqui como no Rock in Rio, eu simplesmente piro no John Mayer agora e sempre recomendo meus amigos escutarem porque ele é sensacional. Super agradeço por você ter sido um “caminho” pra eu ver o quanto o John é maravilhoso e talentoso. Adoro você, super sucesso garota <3

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *